Raríssimo! Hoje é dia de Superlua, Lua Azul e Lua de Sangue

Você tem o hábito de observar a Lua? Saiba que uma coincidência a deixará ainda mais bela na noite desta quarta-feira(31). O que vem sendo chamado por especialistas de ‘Superlua Azul de Sangue’, é algo muito raro.

O nome tem uma explicação simples: nada mais é do que a junção dos fenômenos Superlua, Lua Azul e Lua de Sangue. Essa vai ser a primeira vez que isso ocorre nos últimos 150 anos.

A Superlua se dá quando a lua fica proporcionalmente maior e mais brilhante do que o comum. Apesar de não ser muito frequente, essa será a segunda vez que a veremos somente em 2018, já que no primeiro dia do ano ela deu as caras por aqui.

O fenômeno da Lua Azul não interfere na forma como a vemos, portanto, não espere que a ela apareça no céu com uma tonalidade azul. Ela é chamada assim quando há o desencontro do calendário lunar – que tem em 29,5 dias – com o nosso calendário gregoriano – com 30 e 31 dias – fazendo com que ocorra uma segunda lua cheia no mesmo mês.

Lua de Sangue é um apelido ao eclipse lunar total, quando a posição dos planetas faz com a Terra fique exatamente entre o satélite e o Sol.

Toda essa raridade deve ser vista na totalidade apenas nas regiões do extremo norte brasileiro, nas demais regiões a expectativa é de que apenas a Superlua possa ser enxergada.

Uma noite especial?

Partindo do ponto de vista astrológico, essa será uma noite inesquecível. Todo o zodíaco será afetado por esse acontecimento raro no céu, mas quatro nativos são os que devem sentir com mais força o vigor dessas transformações: leoninos, aquarianos, taurinos e escorpianos.

Os setores dos relacionamentos e da comunicação serão os mais beneficiados.

Com informações de Superinteressante e Terra